Nota Fiscal Eletrônica: a facilidade que chegou para ficar

O sistema de Nota Fiscal Eletrônica (NF-e) já está implantado em todo país, mas ainda tem quem tenha dúvidas a respeito. E isso é absolutamente normal, afinal, passamos décadas vivendo à custa das três vias de notas em papel.

Então, se você também carrega algumas perguntas a respeito, mas nunca teve coragem de fazer, vamos ajudar esclarecendo tudo a respeito das notas fiscais eletrônicas.

Qual é a diferença dessa nota para aquela do papel moeda? Como ela é autenticada? Quais são as facilidades? Responderemos a todas essas questões a seguir. Continue lendo nosso artigo e descubra tudo sobre Nota Fiscal Eletrônica.

Nota Fiscal Eletrônica e a praticidade: um relacionamento duradouro

 Não podemos nos queixar das facilidades vindas junto com a tecnologia. Quanto mais evoluímos, mais prática fica a vida do ser humano. E isso também se estende as questões fiscais.

Se antes você tinha que se preocupar em destacar a sua via, a do cliente e aquela que ficaria arquivada, hoje você pode emitir a nota fiscal de maneira automatizada e pratica, em questão de segundos.

O sistema tradicional de nota fiscal exige que sejam mesmo impressas três cópias do mesmo documento. Assim, uma via fica com o cliente, outra via fica com a empresa emissora e a última é enviada para registro no fisco.

Já no caso da Nota Fiscal Eletrônica, é gerado um arquivo automaticamente mediante a negociação, e o cliente recebe em seu e-mail no formato XML: essa é a nota fiscal.

No entanto, se for necessário imprimir por alguma questão, existe um papel para demonstração chamado DANFE (Documento Auxiliar da Nota Fiscal Eletrônica), que pode ser impresso e xerocado, e que traz as informações (inclusive no número) da nota.

A DANFE é emitida para acompanhar objetos e mercadorias, por exemplo. Mas o valor fiscal fica restrito a nota eletrônica em formato XML.

Por que optar pela Nota Fiscal Eletrônica?

Admita: se você precisar encontrar uma nota fiscal do ano passado hoje, terá muito dificuldade. Há muito tempo viemos provando que o ser humano não tem habilidade em guardar documentos.

Holerites, extratos, faturas… Tudo isso se perde num universo paralelo, e quando é necessário resgatar alguns desses papeis, são dias de expectativa e desespero na caça ao tesouro.

Quando falamos em Nota Fiscal Eletrônica, no entanto, essa é a maior vantagem: praticidade para organizar.

A nota é disparada automaticamente para o e-mail do comprador, o que faz com que o arquivamento seja muito prático. Basta criar uma pasta em seu e-mail, e guardar lá, organizando por assunto, ano, mês… Do jeito que você preferir.

Outra grande vantagem diz respeito à economia de papel. Se antes você tinha que imprimir 3 vias da nota fiscal em papel moeda, isso não se faz mais necessário. Em casos extremos, a DANFE, impressa em sulfite, será de bom tamanho.

Esse também é um sistema muito mais resistente a fraudes e sonegação, o que faz dele um processo muito seguro.

Utilize um software para emitir as suas notas fiscais

 A Nota Fiscal Eletrônica pode ser emitida através de sistemas específicos para essa finalidade, como o Simplér Mini ERP.

Com esse software você consegue emitir a sua nota fiscal de maneira eficiente e segura, enviando imediatamente ao e-mail do destinatário.

O Simplér oferece várias vantagens, pois é um sistema integrado que emite diferentes tipos de notas, e auxilia em toda a gestão contábil de sua empresa.

A Nota Fiscal Eletrônica é de uso obrigatório no país, e você deve conhecer tudo a respeito desse tipo de emissão.

No site oficial da fazenda você consegue emitir a nota gratuitamente, mas um software especializado pode ser integrado a sua empresa, e já possui os dados preenchidos, e todas as informações, fazendo com que a margem de erro na hora do preenchimento seja zero.

Então, conheça mais a respeito do Simplér, e descubra porque esse é o melhor sistema para emitir e organizar as suas notas, trabalhando não comente para fiscalizar, mas para organizar todos os trâmites contábeis.

Com a Nota Fiscal Eletrônica ficou mais fácil, tanto para o cliente quanto para o empresário, manter as obrigações fiscais em dia, e guardar esse dados sem acumular papéis, mantendo-os sempre ao alcance quando necessário.

→ Leia mais sobre Nota Fiscal na Wikipédia neste link aqui!

Avalie este Artigo